Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Câmara de Macedo atribui apoio de 600 mil euros aos bombeiros locais até 2025

Protocolo visa assegurar a manutenção da capacidade de resposta e níveis de prontidão, bem como aumentar a eficiência da estrutura municipal de proteção civil.

194

Publicidade

A Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Macedo de Cavaleiros (AHBVMC) celebraram um protocolo de cooperação até final de 2025. Este acordo, em vigor desde 2021 e agora renovado, visa assegurar à corporação local condições para a manutenção da capacidade de resposta e níveis de prontidão, servindo também para aumentar a eficiência da estrutura municipal de proteção civil. “Com este protocolo, a autarquia compromete-se a atribuir aos bombeiros uma verba anual de 200 mil euros”, explica o vereador com o pelouro da Proteção Civil, Bombeiros e Heliporto, Paulo Rogão.

Queremos, acima de tudo, garantir a melhoria da qualidade de intervenção, a articulação e potencial dos meios e recursos existentes”, explica o vereador, recordando que o objetivo final das duas instituições é obter “uma resposta eficaz e coordenada na proteção e socorro das pessoas”.

O protocolo ora assinado entrou em vigor no primeiro dia de 2023 e termina a 31 de dezembro de 2025. O facto de ser rubricado para um período de três anos, explica o Paulo Rogão, “visa garantir aos bombeiros uma estabilidade nos apoios recebidos por parte do município”.

O financiamento anual terá como destino a manutenção da Sala de Operações e Comunicações (SALOC), 24 horas por dia e composta por cinco operadores. Aqui serão atendidas e encaminhadas as chamadas de socorro, bem como despachados os meios de socorro e salvamento necessários a cada situação. Em simultâneo, além de outras tarefas, a SALOC será responsável por receber as participações de avarias respeitantes às redes de abastecimento público de água e saneamento, e, igualmente, outras participações e encaminhá-las para os serviços a indicar pelo município no mais curto espaço de tempo.

O protocolo estipula ainda que serão os Bombeiros de Macedo de Cavaleiros, durante a época balnear e nas praias da albufeira do Azibo, a operacionalizar um Dispositivo de Salvamento Aquático que garanta uma ambulância de apoio e socorro nas praias da albufeira do Azibo. E que seja, ainda, capaz de intervir em qualquer ponto da frente de linha de água no território do Município.

Paulo Rogão recorda que “este modelo de cooperação tem vindo a ser implementado desde 2019 e, acreditamos, os resultados são bastante positivos”. “Os bombeiros desempenham um papel muito relevante no nosso território, um trabalho muito meritório não só na vertente de socorro e salvamento, mas também no apoio às populações, por exemplo, com o espalhamento de sal no Inverno, o apoio ao Azibo no Verão e as operações no Heliporto Municipal”, salienta o vereador. Também por isso, salienta o mesmo responsável autárquico, “o município assume esta cooperação e assegura a estabilidade financeira necessária para garantir serviços operacionais mínimos da corporação”.

Publicidade

Fonte desta notícia: Município de Macedo de Cavaleiros

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade