Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

BUPi atinge um milhão de propriedades identificadas. Bragança é um dos concelhos que mais contribuíram para estes resultados

Os municípios de Proença-a-Nova, Bragança, Viseu, Sertã e Tondela estão entre os que mais contribuíram para este resultado, tendo finalizado, em conjunto, mais de 155 mil processos de Representação Gráfica Georreferenciada (RGG).

409

Publicidade

O Balcão Único do Prédio (BUPi) encerra 2022 a completar um milhão de propriedades identificadas. Mais de 162 mil pessoas já identificaram as suas propriedades, de forma gratuita e sem aumento de impostos, no âmbito do projeto que contribui para uma maior valorização e conhecimento do território.

 O BUPi encerrou 2022 a registar um milhão de propriedades identificadas na plataforma . A plataforma que potencia o conhecimento do território está presente em 143 dos 153 municípios que não dispõem de cadastro predial e conta com o apoio de mais de 872 técnicos habilitados registados.

Os municípios de Proença-a-Nova, Bragança, Viseu, Sertã e Tondela estão entre os que mais contribuíram para este resultado, tendo finalizado, em conjunto, mais de 155 mil processos de Representação Gráfica Georreferenciada (RGG).

Ao identificar as suas propriedades e procederem ao registo das mesmas no BUPi, os cidadãos garantem os seus direitos de propriedade e contribuem para assegurar uma melhor base de conhecimento do território.

“O BUPi é um projeto pensado para o cidadão e que a todos mobiliza. Este marco só é possível graças a um trabalho colaborativo muito próximo entre várias entidades e ao contributo de milhares de cidadãos, que têm contribuído para esta missão que é de todos: conhecer melhor o nosso território”, afirma Carla Mendonça, Coordenadora da eBUPi. “Este número que agora alcançamos enche-nos de entusiasmo para continuar a trabalhar afincadamente para cumprirmos os nossos objetivos, para conseguir proceder a um planeamento mais estruturado de políticas públicas de gestão e ordenamento do território”.

Criado em 2017, enquanto projeto-piloto em 10 municípios, o BUPi tem alavancado a sua presença nos municípios sem cadastro predial desde o início de 2021, altura em que se deu início à expansão do projeto. 2022 foi o ano que mais contribuiu para este resultado, já que 75% do total das propriedades foram identificadas apenas neste período.

Recentemente, foram lançados os Prémios BUPi 2022, que pretendem reconhecer publicamente quem mais se destacou, durante o presente ano, nesta comunidade, passando por técnicos habilitados, municípios e Comunidades Intermunicipais. As candidaturas já estão abertas e a entrega dos Prémios acontecerá em março. Mais informações sobre os Prémios BUPi aqui .

O BUPi é um projeto financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), integrado na área governativa da Justiça, em articulação com o Ambiente e Ação Climática e com a Coesão Territorial.

Publicidade

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade