Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Bacalhau à Bragança, uma aposta ganha

Pelo segundo ano consecutivo a ACISB organizou a Semana Gastronómica do Bacalhau, com destaque para o prato “Bacalhau à Bragança”.

1.499

Publicidade

As duas dezenas de restaurantes que este ano aderiram à Semana Gastronómica do Bacalhau, em Bragança, são unânimes a dizer que correu “muito bem” e que o Bacalhau à Bragança “foi um sucesso”.

“Por curiosidade as pessoas pediam e era notória a sua satisfação”, refere Jorge Morais, proprietário do Dona Florinda que manteve este prato na carta desde a edição de 2022, referindo que tem um grupo de clientes de Puebla de Sanábria, Espanha, que vem de propósito comer o Bacalhau à Bragança. A curiosidade foi o fator que mais restaurantes apontaram para a saída deste prato. “Acredito que tenham feito muita publicidade em Espanha porque muitos espanhóis vinham perguntar o que era e acabam por pedir”, acrescenta Marco, o proprietário do Restaurante da Quinta do Lagar. Rosa Afonso, do Restaurante Rosina, refere que também muitos locais tinham essa curiosidade e, na maioria, diziam “que lhe recorda os sabores da infância”.

O Bacalhau à Bragança, de forma inteligente, é condimentado pelos proprietários dos restaurantes com uma história que se baseia na importância do bacalhau no nosso território, na forma como chegava e na facilidade de conservação, nas suas propriedades nutritivas, na versatilidade de confeção, mas, sobretudo, na sua utilização como prato principal nos grandes trabalhos agrícolas. A forma como é confecionado é diferente em cada restaurante, assim como a sua apresentação, mas a receita e os ingredientes base são sempre os mesmos.

“Saiu tão bem que nós esgotamos o produto”, referiu Leonor, do Restaurante Amadeus, que, por ser recente, apresentou o Bacalhau à Bragança pela primeira vez e já o incluiu nas sugestões do chef da respetiva ementa diária.
Alias, todos os restaurantes que este ano participaram na Semana Gastronómica do Bacalhau, assumiram o compromisso de manter este prato típico da região na ementa em permanência.

O Restaurante Restaurador também manteve o Bacalhau à Bragança na ementa desde o ano passado e, este ano, notou que a procura aumento. “As pessoas já conhecem o nome e querem experimentar, saiu muito bem”, confirma a proprietária.

Pela primeira vez o Restaurante Maria Luís apresentou na ementa o Bacalhau à Bragança que classificou como “um sucesso”.

A Semana Gastronómica do Bacalhau regressa em 2024, na Semana santa, entretanto a ACISB e os seus associados estão a programar realizar outras iniciativas gastronómicas semelhantes para promover as raças autóctones do território, a começar pelo cordeiro Bragançano.

Publicidade