Informativo Digital

Festival Lua Cheia. Arte na Aldeia esgotou lotação na aldeia de Coêdo

Festival Lua Cheia – Arte na Aldeia esgota em Coêdo. Mais de três centenas de pessoas marcaram presença na Aldeia de Coêdo para assistir ao novo modelo de evento apresentado pela Peripécia Teatro.

560

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

Mais de três centenas de pessoas marcaram presença na Aldeia de Coêdo para assistir ao novo modelo de evento apresentado pela Peripécia Teatro.

Era conhecido por celebrar-se em todas as noites de Lua Cheia, mas o novo formato do Festival Lua Cheia – Arte na Aldeia, organizado pela Peripécia Teatro, não impediu que o mesmo fosse um sucesso. Durante os 6 dias de evento, o espaço disponível na aldeia de Coêdo, local do festival, esgotou, com a presença de 323 pessoas, no conjunto dos vários espetáculos nesta pequena aldeia do concelho de Vila Real.

Cumprindo todas as normas de segurança recomendadas pela Direção Geral de Saúde, esta edição diferente acabou por ter um sucesso especial, visto que a procura por bilhetes ultrapassou largamente o espaço disponível para as apresentações produzidas pelas 5 companhias teatrais de várias zonas do país, que fizeram algumas demonstrações do melhor que a cultura nacional tem para dar ao público.

Foi com grande satisfação que contámos com o apoio das pessoas no nosso festival. Tivemos mais de três centenas de pessoas nos 6 dias do evento, o que só mostra que a cultura está viva e que as pessoas têm interesse em ver mais produções teatrais produzidas por companhias cheias de talento, como as que tivemos durante o festival”, refere Sérgio Agostinho, diretor artístico da Peripécia Teatro.

Apresentado desde 2014, esta programação em noites de lua cheia tem como base colocar a arte em diálogo com o espaço e comunidade rural, ou não fosse a sede do Peripécia Teatro na antiga escola primária de Coêdo, sítio onde sempre se realizou este evento.

Sobre o Lua Cheia – Arte na Aldeia

O evento “Lua Cheia – Arte na Aldeia” é uma iniciativa da Peripécia Teatro que se realiza na aldeia de Coêdo, em Vila Real desde 2014. O conceito geral desta iniciativa é colocar a Arte em diálogo com o espaço e comunidade rural e surgiu na necessidade da equipa da Peripécia em se abrir à comunidade local. O objetivo é completar a sua presença diária na aldeia através de uma abertura franca, construtiva e positiva, fazendo que a arte se respire no dia-a-dia da aldeia. O conceito original deste evento contava com espetáculos em todas as noites de lua cheia, com tertúlias e momentos de convívio entre público e atores.

Este ano, devido à pandemia da coronavírus, o evento contará com um conceito diferente, passando a decorrer em formato de festival, com todas as medidas de segurança para que o público possa aproveitar os espetáculos, mantendo-se seguros.

Sobre a Peripécia Teatro

A Peripécia Teatro é uma cooperativa cultural sem fins lucrativos, fundada em 2004. Esta companhia teatral realiza produções de autoria original, assente essencialmente no trabalho de interpretação, procurando desenvolver a sua própria linguagem estética. Em 2007, a companhia estabeleceu-se na antiga escola primária de Coêdo, uma aldeia localizada em Vila Real, e que serve de sede da companhia até aos dias de hoje. No quadriénio 2018-21, desenvolveram o ciclo “Terra. Arte. O Homem no Meio”, financiado pelo Ministério da Cultura, através da Direção Geral das Artes e do Município de Vila Real. Este ciclo concretiza-se através de atividades nos domínios da criação teatral, programação, circulação, formação e desenvolvimento de públicos. Durante mais de uma década e meia de atividade contínua, a companhia já apresentou produções em Portugal, Espanha, Brasil, Argentina, França e Cabo-Verde.

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imprensa Creative Minds
Créditos da imagem: Peripécia Teatro

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade