Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Aprovada na Assembleia Municipal de Miranda do Douro uma moção que exige a cobrança dos impostos das barragens

"Nós daqui queremos dizer à EDP e à Movhera que os vamos obrigar a pagar os impostos devidos. Nem que para isso tenhamos de recorrer aos tribunais. Esta não é só a luta dos Mirandeses. Esta é também a luta de todos os Portugueses".

165

Publicidade

Foi aprovada na Assembleia Municipal de Miranda do Douro uma moção que exige a cobrança dos impostos devidos com a venda das barragens. Esta iniciativa política foi discutida e aprovada numa Assembleia Municipal extraordinária.

Os Mirandeses querem sinalizar que tudo farão no quadro das instituições democráticas para cobrar os impostos que nos são devidos com a venda das barragens de Miranda do Douro e Picote”, refere uma nota de imprensa da Assembleia Municipal do município de Miranda do Douro.

O lucro que a EDP obteve e o rendimento que a Mohvera tem foi-lhes conferido pelo uso dos nossos recursos naturais. Até por isso, exigia-se em nome do seu sentido de responsabilidade social que tivessem pagado os impostos devidos, para compensar as populações locais pela extração da nossa riqueza”, lê-se no comunicado da Assembleia Municipal.

Mais recentemente, a Movhera suspendeu cerca de 20 mil euros de apoios sociais que tinham prometido a duas associações locais, o que indignou o executivo em exercício em Miranda do Douro. Segundo fonte da autarquia, esta atitude de retaliação deveu-se ao facto de ter sido constituída uma equipa jurídica para obter a cobrança dos impostos que a autarquia exige.

Nós daqui queremos dizer à EDP e à Movhera que os vamos obrigar a pagar os impostos devidos. Nem que para isso tenhamos de recorrer aos tribunais. Esta não é só a luta dos Mirandeses. Esta é também a luta de todos os Portugueses que não se resignam perante as injustiças, que não baixam a cabeça perante os poderosos, que se mantém firmes na defesa das suas convicções, que não desistem de lutar por aquilo que acreditam”, salienta-se num comunicado enviado à comunicação social pelo município de Miranda do Douro.

Publicidade

Fonte desta notícia: Município de Miranda do Douro

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade