Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Apresentado em Mogadouro o projeto “Raia Norte Bikes”

Uma rede de 12 plataformas de bicicletas elétricas já se encontra em funcionamento nos municípios membros do AECT Duero-Douro, com o apoio do Turismo de Portugal. Este projeto integra a Rota Raia Norte que contempla uma rede de 33 Áreas de Serviço para Autocaravanas de um lado e do outro da fronteira.

406

Publicidade

O AECT Duero-Douro em colaboração com vários municípios e freguesias das regiões de Trás-os-Montes e Douro pôs em marcha Raia Norte Bikes, projeto com o qual, quer os visitantes, quer os habitantes locais, podem percorrer estas localidades transfronteiriças de bicicleta.

A iniciativa foi apresentada esta quinta-feira, 26 de agosto, no Parque da Vila, em Mogadouro, pelo Coordenador Territorial do AECT Duero-Douro, Evaristo Neves; o Diretor Geral da entidade, José Luís Pascual; em representação do Conselho de Administração de Turismo de Portugal, Filipe Silva; e a Secretária de Estado da Valorização do Interior, Professora Doutora Isabel Ferreira.

Entre outras entidades convidadas, destacamos ainda a presença de representantes do Turismo do Porto e Norte, da empresa executora CME – Construção e Manutenção Electromecânica, S.A. e dos municipios e freguesias participantes no projeto Raia Norte.

A Raia Norte Bikes é composta por um total de 48 bicicletas elétricas, já em funcionamento e a revelar-se um grande sucesso entre locais e visitantes, promovendo a sustentabilidade e mobilidade no território Duero-Douro, nomeadamente em: Vinhais, Varge – Aveleda (Bragança), Picote (Miranda do Douro), Mogadouro, Freixo de Espada à Cinta, Torre de Moncorvo e Vila Nova de Foz Côa.

O funcionamento de Raia Norte Bikes

A utilização destas bicicletas é simples e inovadora no nosso território. Em primeiro lugar, os utilizadores devem descarregar a App “Raia Norte Bikes”, disponível em 4 idiomas (PT, ES, FR e EN) para iOS e Android, o que permitirá a utilização do sistema de forma totalmente digital e independente. Depois, junto da estação de bicicletas, para desbloquear e libertar a bicicleta pretendida, devem scanear o código QR através da App. Finalizado o trajeto, para estacionar e bloquear a bicicleta novamente na estação, o utilizador deve introduzir o cadeado e enviar uma fotografia através da App.

As bicicletas estão disponíveis e podem ser utilizadas com um custo mínimo de 2 euros, o que permite circular até 120 minutos. Raia Norte Bikes permite ainda a assinatura mensal, semestral ou anual, o que se pode revelar uma interessante alternativa de mobilidade para os residentes locais.

Rota Raia Norte

Raia Norte Bikes é uma iniciativa que se encontra integrada no projeto Rota Raia Norte, promovido pelo Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Duero-Douro, com o apoio do Turismo de Portugal – Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior.

O projeto Raia Norte pretende promover a criação e dinamização de uma rota de apoio ao turismo itinerante e ao autocaravanismo. Atualmente, esta rede contempla 33 Áreas de Serviço para Autocaravanas no território Duero-Douro, de um lado e do outro da fronteira, entre outros equipamentos e serviços.

Em Espanha foram já criadas 19 Áreas de Serviço para Autocaravanas em localidades de Zamora e Salamanca, com o apoio da Junta de Castilla y Léon.

Em Portugal, com um investimento superior a meio milhão de euros e uma contribuição de 70% do Turismo de Portugal, o projeto Raia Norte prevê, até ao final do ano, a criação de 14 Áreas de Serviços para Autocaravanas (ASAs), que incluem 4 a 6 lugares de pernoita e uma Estação de Serviço para limpeza e reabastecimento de águas, com localização em Vinhais, Moimenta, Pinheiro Novo e Rebordelo no Município de Vinhais; ainda em Aveleda na União das Freguesias de Aveleda e Rio de Onor (Bragança); bem como em Picote no Município de Miranda do Douro; em Bemposta e em Meirinhos no Município de Mogadouro; em Lagoaça, Mazouco e Poiares no Município de Freixo de Espada à Cinta; nas localidades de Carviçais e Cardanha no Município de Torre de Moncorvo e em Vila Nova de Foz Côa.

Publicidade

Fonte desta notícia: AECT Duero-Douro

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade