Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Apresentação do Livro “Vilarelhos, tempos e memórias”, de Francisco José Lopes

O livro “VilarelhosS, tempos e memórias”, de Francisco José Lopes, com a colaboração de Pedro Vaz, faz uma reflexão histórico temporal sobre esta aldeia, desde os tempos medievais, onde se incluem algumas notas arqueológicas e outros factos de interesse.

159

Publicidade

No próximo dia 27 de setembro, a Junta de Freguesia de Vilarelhos apresenta, em parceria com a Câmara Municipal, uma obra histórica sobre a aldeia. Uma data simbólica para a localidade que, neste dia, há 112 anos, perdeu, num trágico acidente, o filho da terra e figura importante do republicanismo no concelho de Alfândega da Fé, Joaquim Cândido Lemos de Mendonça e um trabalhador da casa, Jaime Dinis, natural de Santa Justa.

O livro “VilarelhosS, tempos e memórias”, de Francisco José Lopes, com a colaboração de Pedro Vaz, faz uma reflexão histórico temporal sobre esta aldeia, desde os tempos medievais, onde se incluem algumas notas arqueológicas e outros factos de interesse.

Esta obra surge na sequência do trabalho que o historiador alfandeguense, Francisco José Lopes, está a realizar, de forma a preservar a memória histórica do concelho, designadamente das aldeias. Em 2019, lançou o livro “As Aldeias da União”, uma obra sobre as antigas freguesias de Agrobom, Saldonha e Valpereiro, hoje constituídas em União de Freguesias. Para o futuro, o autor já pensa em novas publicações sobre a história de outras localidades do concelho.

O Município de Alfândega da Fé está a apoiar a realização deste trabalho. Para Maria Manuel Silva, Vicepresidente da Câmara Municipal, “é importante conhecer a nossa história e preservar esse conhecimento, de forma a transmiti-lo de geração em geração. A produção destas obras documentais sobre a história das aldeias do nosso concelho, vem complementar outras ações que já estão a ser realizadas e que têm como objetivo preservar e promover o nosso património material e imaterial. Iniciou-se em 2021 uma investigação de fundo sobre o património imóvel, móvel, natural, humano, documental e cultural, de cariz público ou privado, existente em todo o concelho, que será vertido na Carta Concelhia do Património”.

O lançamento do livro “VILARELHOS, tempos e memórias”, realiza-se às 18h00, do dia 27 de setembro, no pavilhão Multiusos de Vilarelhos.

Publicidade

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade