Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

Alfândega da Fé celebra o mundo rural com o Encontro de Pastores na Festa da Cereja&co

A iniciativa terá início pelas 09h30, no recinto municipal da feira, onde são postas a concurso a Cabra Serrana e a Ovelha Churra da Terra Quente. O júri do concurso será composto por membros da Associação Nacional de Caprinicultores da Raça Serrana (ANCRAS), da Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Churra da Terra Quente (ANCOTEQ) e pela Médica Veterinária Inês Pinto.

219

Publicidade

Este ano, a Festa da Cereja&co regressa em pleno com a realização de algumas das iniciativas mais emblemáticas e que têm ganho espaço no cartaz de atividades do certame nos últimos anos. É o caso do Encontro de Pastores que nesta edição da Festa da Cereja voltará a reunir cerca de duas centenas pessoas, na iniciativa que, acima de tudo celebra uma das principais atividades do mundo rural: a pastorícia.

No dia 11 de junho a Festa da Cereja&co será palco do VI Encontro de Pastores. O Município de Alfândega da Fé aposta na valorização do território como fator de dinamização sócio económica e esta iniciativa, que integra a VI mostra de Ovinos e Caprinos, é exemplo disso.

A iniciativa terá início pelas 09h30, no recinto municipal da feira, onde são postas a concurso a Cabra Serrana e a Ovelha Churra da Terra Quente. O júri do concurso será composto por membros da Associação Nacional de Caprinicultores da Raça Serrana (ANCRAS), da Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Churra da Terra Quente (ANCOTEQ) e pela Médica Veterinária Inês Pinto.

O Encontro termina com a Merenda dos Pastores, um repasto final que inclui como prato principal a caldeirada de Borrego e Cabrito, e para sobremesa as maravilhosas cerejas de Alfândega da Fé.

A criação de gado e pastorícia sempre foi uma atividade de grande impacto na economia local, daí que haja uma aposta na divulgação e promoção destes elementos tão característicos do território. Os pastores têm sido apresentados como agentes locais de desenvolvimentos e o Município reconhece a sua importância. No concelho ainda há mais de uma centena de pastores e um espaço que lhe foi dedicado com uma exposição permanente no CIT (Centro de Interpretação do Território de Sambade/Alfândega da Fé), designada de O Olhar do Pastor.

Publicidade

Fonte desta notícia: Município de Alfândega da Fé

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade