Informativo Digital

Agenda Estratégica 2030 para Mirandela terá contributo dos Munícipes

A autarquia de Mirandela está a lançar um desafio à participação cívica de todos através da realização de inquéritos para auscultar a população dando-lhes uma voz ativa no processo de construção da Agenda Estratégica 2030 para o concelho.

321

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

A Agenda Estratégica 2030 congrega um conjunto de orientações da União Europeia destinadas a todos países e territórios para que sejam definidas as estratégias locais, nacionais e europeias de atuação, com o intuito de criar um verdadeiro projeto de desenvolvimento sustentável europeu convergente com as realidades dos vários países e regiões.

A elaboração de um documento com esta densidade e sensibilidade encerra, normalmente a escolha dum conjunto de profissionais (técnicos), ou, em alternativa, cria-se um gabinete de especialistas, reservando-se ao Município o papel de análise e aprovação.

No entanto, o município de Mirandela escolheu outro caminho. “Queremos que os mirandelenses participem com a sua opinião. Ou seja, o Município de Mirandela quer saber o que pensam os Munícipes sobre os investimentos e projetos que devem ou podem ser feitos para desenvolver o concelho nos próximos 10 anos“, informou fonte Câmara Municipal.

A autarquia de Mirandela está a lançar um desafio à participação cívica de todos através da realização de inquéritos para auscultar a população dando-lhes uma voz ativa no processo de construção da Agenda Estratégica 2030 para o concelho.

A ideia passa por conseguir construir o melhor território para se viver, trabalhar, estudar e visitar, pelo que a opinião de quem vive no território conta“, salienta a mesma fonte.

O inquérito está disponível online e pode participar a população do concelho, com mais de 16 anos de idade. Os inquéritos são confidenciais e anónimos. Também é possível responder ao inquérito que é distribuído, com o Boletim Municipal, a todos os interessados ao qual respondem enviando pelos CTT com porte pago.

Nos próximos seis meses, estão também previstas reuniões temáticas com responsáveis de instituições do Concelho na cultura, educação, desporto, economia, empresas; entrevistas com responsáveis institucionais do nosso Concelho; Realização de seminários com conferencistas, especializados, com o objetivo de nos ajudarem a refletir sobre os vários aspetos dos tempos que vivemos.

Finalmente, num seminário, conclusivo, será tornada pública a Agenda Estratégica 2030. Para o executivo municipal, “a participação dos mirandelenses é importante para que a Agenda seja o reflexo daquilo que pretendem para a sua terra”.

Publicidade

Fonte desta notícia: Nota de Imprensa CM Mirandela

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade