Informativo Digital do Nordeste Transmontano

A Ciência continua Viva na plataforma #cienciavivaemcasa

"É uma plataforma bilingue e intemporal, que não perderá validade após o período de confinamento mas que nesta fase permite às famílias, aos professores e a todos os apaixonados pela ciência terem acesso a um espólio riquíssimo e muito diversificado de conteúdos, recursos e desafios para todas as idades", explica Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva.

0 612

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Publicidade

Da cozinha à casa de banho, passando pela garagem, nenhuma divisão fica de fora: afinal, a ciência está em todo o lado. Em tempos de isolamento social, o desafio da Ciência Viva é que transformemos a nossa casa num laboratório. Podemos começar pela cozinha e tentar encontrar fósseis na bancada de mármore onde habitualmente cortamos os legumes para a sopa.

Este e dezenas de outros desafios estão na plataforma #cienciavivaemcasa, disponível para o mundo em cienciaviva.pt  e com conteúdos também em inglês .

“É uma plataforma bilingue e intemporal, que não perderá validade após o período de confinamento mas que nesta fase permite às famílias, aos professores e a todos os apaixonados pela ciência terem acesso a um espólio riquíssimo e muito diversificado de conteúdos, recursos e desafios para todas as idades”, explica Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva.

Há actividades para os professores  proporem aos seus alunos, em aulas à distância, para todos os graus de ensino e áreas científicas. E experiências para as famílias explorarem em conjunto, como por exemplo construírem um pára-quedas, classificar os peluches lá de casa ou programar um pequeno jogo de computador.

Há sugestões de livros científicos  e de literatura infantil  que as famílias podem aproveitar para ler, agora que têm mais tempo para isso. Há propostas para treinar como um astronauta , para não chegarmos ao final da quarentena em baixo de forma, e um “best of” de reportagens de ciência e tecnologia  que vale a pena ver ou rever.

Os módulos preferidos  do Pavilhão do Conhecimento também lá estão, para os visitantes matarem saudades, e a Equipa  também partilha aqueles de que sente mais falta. Toda a Rede Nacional de Centros Ciência Viva  continua activa através desta plataforma, partilhando desafios e actividades numa base diária.

Depois da casa transformada num laboratório, o convite da Ciência Viva é para que as famílias e curiosos por ciência partilhem as suas fotografias e experiências com a hashtag #cienciavivaemcasa.

Saiba mais em #cienciavivaemcasa .

Publicidade

Fonte desta notícia: © 2020 - Ciência na Imprensa Regional / Ciência Viva
Comentários
carregar...

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade