Informativo Digital de Trás-os-Montes e Alto Douro

85% dos portugueses vão fazer as suas compras de Natal nos centros comerciais

Lojas de centros comerciais continuam a ser o local preferido para as compras de Natal. 31% dos portugueses tencionam comprar no comércio tradicional.

218

Publicidade

Na época festiva deste ano, 84% dos portugueses tencionam comprar nas lojas físicas para fazer as suas compras de Natal. 85% escolhem as lojas nas grandes superfícies comerciais (85%), um aumento de 42% face ao ano anterior (60%), sendo que 54% dos inquiridos optam por fazer algumas das suas compras nos Super/Hipermercados (+14p.p.).

Já 31% dos portugueses tencionam comprar no comércio tradicional e 10% em Grandes Superfícies Especialistas (+6p.p.). 8% dos inquiridos tencionam fazer algumas compras em feiras ou mercados da época; e 8% em bazares de baixo custo (exemplo: “tudo a 1€”).

Os inquiridos com idades compreendidas entre os 18 e os 54 anos são mais adeptos dos Centros Comerciais. Já os mais velhos, entre os 65 e os 74 anos, preferem fazer as suas compras nos Super/Hipermercados (65%). A adesão ao comércio tradicional é maior entre os 45-54 anos (38%) e 65-74 anos (43%).

Os centros comerciais são os locais mais consensuais, reunindo a preferência de mais consumidores em todo o território de Portugal Continental – 92% em Lisboa; 90% no Porto; 89% no Sul; 81% no Centro; e 77% a Norte.

Já o comércio tradicional encontra maior adesão entre os habitantes do Grande Porto (52%). É também na região Norte que mais se valorizam as grandes superfícies especialistas (17%) e as feiras ou mercados de Natal (12%). Na região Centro é onde mais consumidores vão fazer compras em bazares de baixo custo. Para apoiar o comércio local, 18% tenciona fazer compras nos estabelecimentos perto da sua casa (lojas de bairro).

MetodologiaO inquérito quantitativo do Observador Cetelem Natal 2021 foi realizado pela empresa de estudos de mercado Nielsen. Este teve como target indivíduos de ambos os géneros, de idades compreendidas entre os 18 e os 74 anos, residentes em Portugal Continental. O estudo foi conduzido através de entrevistas telefónicas assistidas por Computador (CATI). No total foram feitos 600 contactos para realizar entrevistas representativas do universo em estudo. O erro máximo associado é de + 4.0 p.p. para um intervalo de confiança de 95%. As entrevistas foram conduzidas por intermédio de questionário estruturado de perguntas fechadas. Foram realizados contactos representativos da população e estratificados por Distrito; Género; Idade e Níveis socioeconómicos para encontrar o target do estudo. As entrevistas foram conduzidas por uma equipa de entrevistadores Nielsen, que receberam treino específico para o presente estudo. O trabalho de campo decorreu entre 20 a 29 de outubro 2021.

Publicidade

Fonte desta notícia: Observador Cetelam

Este website usa cookies que permitem melhorar a sua experiência na internet. Pode aceitar ou recusar a utilização desta tecnologia Aceito Política de Privacidade